Para quê o Socialismo?...

O Secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, num artigo publicado no Diário de Notícias de 25 de março de 2017, sob o título “O futuro da Europa está para lá da União Europeia”, depois de afirmar que

«Com o Livro Branco da Comissão, as instituições da UE tentam restringir o inevitável debate sobre o futuro da Europa a um único cenário de continuidade com diversas variantes falsamente alternativas, prosseguindo a sua velha tática traduzida na frase popular "baralhar e dar de novo".»

e de referir por onde não passa a solução de futuro, termina o artigo apontando por onde passa essa solução. E escreve:

«A solução passa pelo fim dos instrumentos que constrangem o desenvolvimento soberano dos Estados e impõem o neoliberalismo como ideologia única - o Pacto de Estabilidade, a legislação relativa à governação económica e ao semestre europeu, o Tratado Orçamental e, em geral, os demais tratados da UE. Passa pela dissolução da União Económica e Monetária e pela recuperação pelos Estados da soberania monetária e orçamental, adequando estas políticas às suas necessidades específicas. Passa pela renegociação das dívidas. Passa pelo controlo público da banca e pela dissolução da União Bancária. Pela adoção por cada Estado de uma política externa soberana, não subordinada à NATO e aos interesses das grandes potências, que projete nas relações internacionais os valores da paz, do respeito pela soberania nacional, pelo direito internacional e pela Carta das Nações Unidas.».

 

Desde logo, salta à vista o facto de nem todos os Estados da Europa estarem sujeitos aos instrumentos políticos legais e às políticas da União Europeia, a não ser que se parta de uma novíssima delimitação das fronteiras continentais e a Europa já não vá do Atlântico aos Urais. Nada se adiantando sobre esta questão, concluir-se-á que a solução está em países como a Rússia ou a Suíça.

Se assim se encontra a solução, surgem as perguntas:

- Então, para quê o socialismo?...

- Alterou o PCP a sua filosofia política, o marxismo-leninismo, e deixou de lutar pelo socialismo e o comunismo?...

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload